Follow by Email

terça-feira, 21 de agosto de 2012

POEMA CAIPIRA


caçando na net me deparei com este lindo poema,parabéns pra quem teve o bom gosto de escrever.
Texto Caipira

POEMA CAIPIRA

Toda vez qui vejo ocê
Sinto um frio esquisito
Me seca a boca na hora
E por dentro eu sorto um grito

Toda vez qui ocê me óia
Sinto que vô dismaiá
Sinto um fogo na cara
E cumeço assubiá

Toda vez qui ocê me chama
Pra passiá na pracinha
Fico cuntente que só
E me arrumo bem di precinha

Toda vez nóis sai junto
Peço pra Santo Antónho e São Binidito
Procê casá cumigo
Porque acho ocê uma rapaiz muito bunito...

Nenhum comentário:

Postar um comentário